domingo, 14 de março de 2004

Hoje sou um pequeno grão de areia.
Nada me amarra à terra porque a tenho presa no peito.

Sem comentários:

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!