segunda-feira, 28 de maio de 2007

quinta-feira, 17 de maio de 2007

"llevo los ojos abiertos.
no te veo."

"Eu acreditei que podia amar
o teu corpo, o teu modo de insinuar o coração
nas palavras. Mas era apenas a forma como a noite
sublinhava as superfícies, eu nunca pude atravessar
essa espessura. Estavas ali para te dispores aos meus sentidos
mas crescias fora de alcance no teu próprio
pensamento"




Kurt Halsey




Já só conhecia os dias onde tu os frequentavas, o sítio
em que me mantinhas era mais urgente
que o sangue. Sem dúvida que vinhas pelo meu desejo
mas eu perdia sempre alguma coisa
quando te ganhava."


Rui Pires Cabral

terça-feira, 8 de maio de 2007

Pauso na respiração para não entornar a desordem de sentimentos que cultivei. Cultivei?
Um passo de cada vez.


Lavo os copos.

Despejo as beatas.

Disperso um ultimo olhar pelo quarto sem segurar vestígios.

Evito os jeitos do edredão. A recriminação das almofadas.

Mastigo o que tenho de fazer, afasto o que tinha para pensar.

Não quero chegar à conclusão de que fui abandonada

por ele e pelos dias.





(Estou dobrada do avesso na mala do quarto e aqui ficarei até me acordares)
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!