segunda-feira, 26 de maio de 2008

colhendo ilusões sucessivas no pomar*




*Miguel Torga
* Egon Schiele


dias de praia com grãos de areia nos olhos e um horizonte de sonhos na mala

sábado, 17 de maio de 2008

Não há na terra lugar nenhum. As raizes apodrecem no corpo. Continuamos a acordar todos os dias à hora em que o despertador não toca. Destapo os lençois com dificuldade e arrasto os chinelos pela casa. Por baixo da água no chuveiro espero que o pó desapareça, e com ele a pele.
Ao longe. "Filha, o corpo não tem raizes na terra" Eu sei mãe.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

eat me *



Julie Blackmon


se a mentira incomoda muita gente a transparência incomoda muito mais





* "oh sugar pie, but i will"

quarta-feira, 7 de maio de 2008

que morte estranha: deram com ela nua, com uma fina agulha de ouro espetada no coração*

*


começo a ter saudades do que não serei




* Buffalo 66
* Os Jardins de Eva, I. K. Centeno

quinta-feira, 1 de maio de 2008

no tempo inseguro dos silêncios puxaste-me à parte para a sobreposição dos beijos. ficámos por descobrir o sentido da consistência orgânica. sei que explodia. e enquanto explodia fazias-te vento e desaparecias.
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!